SP: Mulher assassinada pelo marido foi obrigada a cavar a própria cova, diz irmã

0
828

O homem suspeito de matar a mulher e a filha dela e enterrar os corpos no quintal de casa fez as vítimas cavarem as próprias covas, segundo relato de parente das vítimas ao Cidade Alerta, da Record TV.

Cristiane Arena, de 34 anos, e Karoline Vitória, de 9, eram dadas como desaparecidas desde novembro. Os corpos foram encontrados em avançado estado de decomposição em uma vala na residência da família, na cidade de Pompeia, no interior de São Paulo. O atestado de óbito comprova que a mãe foi morta com golpes de faca e a filha, com uma pancada na cabeça.

A filha mais velha de Cristiane, uma adolescente de 16 anos, foi apreendida por suspeita de envolvimento no crime. A jovem está na Fundação Casa de Araçatuba e só vai falar sobre o caso em juízo. A polícia investiga se ela teria um relacionamento amoroso com o padrasto, o psicólogo Fabrício Buim Arena Belinato, que está foragido.

Nas redes sociais, a família aparece sempre junto e sorrindo. No entanto, nos meses de dezembro e janeiro, a polícia identificou movimentações bancárias na conta da vítima. O carro de Fabrício foi visto pela última vez em Presidente Prudente, no oeste paulista.

Deixe seu comentário
SHARE
Goiano, 26 anos, Casado, Pai, Redator e Proprietário do Jornal Itapaci Urgente. Aqui a notícia é verdade.