Ministério da Saúde volta a recomendar o uso de máscaras de proteção

0
399

Após aumento de novos casos de covid-19 no país, a Secretária de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde recomendou o retorno do uso de máscara nos estados e municípios.

A pasta alerta para a circulação da subvariante da ômicron BQ.1, e alertou para o reforço da higienização, principalmente de pessoas do grupo de risco, como imunossuprimidos, idosos, gestantes e pessoas com múltiplas comorbidades.

De acordo com a secretaria, entre 6 ao dia 11 de novembro, o país registrou 61.564 infecções pelo vírus da Covid. Nos 7 dias anteriores, de 30 de outubro até o dia 5 deste mês, foram totalizadas 26.304 contaminações.

O acumulo de mortes causadas pela covid-19 também aumentou, mas em uma velocidade baixa. Foram cerca de 312 óbitos na semana deste sábado, contra 251 do período anterior. Um crescimento de 24,3%.

O aumento no números de casos ocorre após a circulação de novas linhagens da variante Ômicron, especialmente a sublinharem BQ.1.

Confira as recomendações do Ministério da Saúde:

– A higienização frequente das mãos com álcool 70% ou água e sabão;

– Uso de máscaras de proteção facial: principalmente por indivíduos com fatores de risco; pessoas que tiveram contato com casos confirmados; pessoas em situações de maior risco de contaminação como locais fechados e mal ventilados, locais com

aglomeração e serviços de saúde;

– Isolamento de casos suspeitos e confirmados para covid-19

 

Deixe seu comentário