Dona de prostíbulo às margens da BR-153 é presa suspeita de exploração sexual de adolescentes

0
1244
Dona de prostíbulo é presa suspeita de exploração sexual de gêmeas adolescentes, em Jaraguá — Foto: Polícia Civil/Divulgação

A dona de um prostíbulo foi presa suspeita de exploração sexual de gêmeas adolescentes, em Jaraguá, na região central de Goiás. O local funcionava como um bar de fachada às margens da BR-153.

Segundo a Polícia Civil, as meninas de 17 anos eram proibidas de sair e tinham que fazer a limpeza do local. Caso não fizessem o que a proprietária pedia precisavam pagar uma multa de R$ 100.

O nome da suspeita não foi divulgado, por isso, o portal não conseguiu contato com a defesa dela.

A prisão aconteceu na manhã da última sexta-feira (21) no Setor Vila Colombo. O caso chegou a polícia depois de uma denúncia anônima. 

Dona de prostíbulo é presa suspeita de exploração sexual de gêmeas adolescentes, em Jaraguá — Foto: Polícia Civil/Divulgação.

A Polícia Civil disse que nos fundos do estabelecimento foram encontrados vários quartos com várias garotas, inclusive, as duas irmãs gêmeas, menores de idade. Elas afirmaram que estavam no local há dois meses e que todos os dias faziam programa sexual.

Conforme a PC, elas também contaram que eram proibidas de sair, tinham a obrigação de revezar a limpeza do local e se não fosse feita tinham que pagar uma multa de R$ 100 para a proprietária.

Segundo a corporação, elas também tinham que pagar uma multa de R$ 100 caso algum cliente fosse embora por não ser atendido. As menores ainda eram obrigadas a comprar roupas e produtos somente da proprietária.

Se indiciada e condenada, ela pode responder pelos crimes de cárcere privado qualificado, casa de prostituição e rufianismo.

Como o nome da suspeita não foi divulgado, não foi possível checar junto ao Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) se ela continua presa.

Bar de fachada funcionava como prostíbulo em Jaraguá — Foto: Polícia Civil/Divulgação.

 

Deixe seu comentário