GO: Jovem é preso suspeito de matar homem com quem ele se relacionava às escondidas e jogar corpo em rio

0
5
Corpo de homem que teria sido assassinado por parceiro é encontrado em rio de Barro Alto, em Goiás — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Um jovem de 27 anos foi preso suspeito de matar a facadas o homem com quem ele se relacionava às escondidas, em Barro Alto a 109 km de Itapaci. Segundo a Polícia Civil, o investigado ainda jogou o corpo da vítima, de 54 anos, no Rio dos Patos.

De acordo com a corporação, o jovem disse que cometeu o crime por legítima defesa. A prisão aconteceu na segunda-feira (25), após o suspeito se apresentar à delegacia. Segundo a polícia, o crime aconteceu no dia 19 de outubro. O corpo da vítima, que não teve a identidade divulgada, foi encontrado três dias depois.

Conforme a delegada responsável pelo caso, Poliana Bergamo, o suspeito alegou que eles discutiram e partiram para agressão física, pois a vítima exigia que o investigado terminasse com a namorada. Foi quando, de acordo com o rapaz, ele desferiu golpes com um canivete para se defender.

“A família da vítima tinha conhecimento do relacionamento, mas a do autor não. Ele alegou que a família dele é muito tradicional e não aceitaria o relacionamento dele com outro homem”, explicou a delegada.

Conforme os policiais, o suspeito abandonou o carro em uma estrada. No veículo, a perícia criminal encontrou sangue humano.

Rio dos Patos, em Barro Alto, Goiás — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Família procurou pela vítima
Segundo as testemunhas, a vítima foi vista pela última vez por volta das 18h do dia 19 de outubro, quando entrou no carro do parceiro. Mais tarde, por volta das 22h, os familiares tentaram ligar para o telefone dos dois.

O celular da vítima estava desligado. Já o acusado atendeu a ligação, mas não deu detalhes sobre a localização dele. Em seguida, segundo a polícia, ele desligou o aparelho e não foi mais visto na cidade.

Deixe seu comentário
SHARE
Goiano, 26 anos, Casado, Pai, Redator e Proprietário do Jornal Itapaci Urgente. Aqui a notícia é verdade.