COVID: Com uma morte a cada 89 segundos, Brasil ultrapassa 400 mil óbitos por covid

0
209
Coveiros enterram pessoa morta no cemitério durante a pandemia da covid-19 (Foto: Jucimar de Sousa/Mais Goiás)

Nesta quinta-feira (29), o Brasil ultrapassou a marca de 400 mil vidas perdidas no Brasil para a Covid-19. O número total é de 400.021 mortes no país, segundo dados coletados junto às secretarias pelo consórcio de imprensa.

Desde a primeira morte no Brasil, confirmada no dia 12 de março de 2020, passaram-se 413 dias. Isso quer dizer que a Covid-19 matou, em média, 968 pessoas por dia desde então. Ou seja, o país teve um óbito por complicações decorrentes do coronavírus a cada 89,2 segundos em média.

A análise das datas revela que o ritmo de mortes no país ainda está em aceleração. Desde o primeiro óbito no Brasil, o acumulado de óbitos chegou a 100 mil em 8 de agosto de 2020. Ou seja, após 149 dias. O patamar de 200 mil foi atingido no último dia 7 de janeiro, 152 dias depois. Dali em diante, o ritmo se acelerou. A marca de 300 mil foi alcançada em 24 de março, ou seja, 76 dias depois dos 200 mil óbitos. E o patamar atual, de 400 mil, foi superado após 36 dias.

Em números absolutos, o Brasil está em segundo lugar no ranking de mortes, atrás, somente, dos Estados Unidos, que já passaram dos 570 mil óbitos. Em termos proporcionais, entretanto, o Brasil tem 187,79 mortes por 100 mil habitantes. Nos Estados Unidos, cuja população é superior a 332 milhões de pessoas, são 172,68 vítimas fatais por 100 mil habitantes.

Deixe seu comentário
SHARE
Goiano, 26 anos, Casado, Pai, Redator e Proprietário do Jornal Itapaci Urgente. Aqui a notícia é verdade.