Em Anápolis, morador de rua confessa ter estuprado e matado idosa que o acolheu

0
310
Maria de Nazaré Noronha das Chagas, de 76 anos, foi encontrada morta em casa com sinais de estupro segundo Polícia Civil — Foto: Reprodução/Polícia Civil

A Polícia Militar (PM) prendeu, na última quarta-feira (21), um homem de 53 anos suspeito de estuprar e matar uma idosa, de 76, no bairro Jardim Esperança, na cidade de Anápolis. O suspeito foi localizado e teria confessado aos policiais que cometeu os crimes contra a mulher, que havia lhe acolhido em sua casa.

De acordo com os militares, foi o filho da vítima, de 24 anos, que a encontrou morta, enforcada com os lençóis da cama. À polícia, ele explicou que a única pessoa que poderia ter feito isso com a mulher seria o morador de rua que ela havia acolhido.

Uma equipe de médicos chegou a ser acionada para prestar primeiros socorros, porém, a vítima estava sem vida e o com várias marcas no pescoço. Os médicos apenas constataram o óbito.

Apesar de saber que o homem e a mãe se conheciam, nem o filho e nem vizinhos sabiam informar qual era o nome dele. Com isso, PMs procuraram o suspeito com base nas descrições físicas.

Com ajuda de imagens de segurança, a polícia localizou o homem a três quadras acima da residência da vítima. Aos agentes, ele confessou os crimes alegando que estava bêbado.

Segundo a Polícia Civil, o suspeito, que foi preso, teria saído recentemente da cadeia. Ele já havia sido preso outras vezes por outros crimes como furto, roubo e homicídio.

Deixe seu comentário
SHARE
Goiano, 26 anos, Casado, Pai, Redator e Proprietário do Jornal Itapaci Urgente. Aqui a notícia é verdade.