Ficou caro: Preço do feijão dispara e é vendido a quase 15 reais em Itapaci

0
874

Ingrediente indispensável na mesa do brasileiro, o feijão têm apresentando alta nos valores, os consumidores tem percebido nos supermercados de Itapaci que o feijão está bem mais caro desde o mês passado. Mas esta alta está sendo verificada em quase todo o país.

O mercado do produto já vive em atenção há pelo menos dois anos, com redução de área plantada devido aos preços baixos, sendo que aliado a isso, estão os problemas climáticos.  Conforme dados do Instituto Brasileiro do Feijão e Pulses (Ibrafe), em Goiás, o saca do feijão carioca de nota 7 fechou a última quinta-feira (2/6) a R$ 129,08, o segundo maior preço do País, atrás apenas de São Paulo.

Segundo o Departamento de Econômica Rural do Paraná (Deral), a alta nos preços do feijão carioca já acumula 44% nos últimos 12 meses e é motivada pela escassez do grão no mercado após estimativas de redução da área plantada. O aumento deve ainda puxar o preço de outras variedades do produto, como o feijão preto, que acumulou alta de 17% nos primeiros quatro meses do ano.

Em pesquisa por três estabelecimentos da cidade de Itapaci, a equipe do Itapaci Urgente encontrou o feijão (carioca, tipo 1) sendo comercializado pelo preço médio de R$ 12,99 o quilo – o menor valor encontrado foi de R$ 8,99, enquanto o maior preço de venda foi de R$ 14,69 (também para duas marcas). “Diminui a oferta e aí aumenta o preço. A gente tem que acabar repassando para o consumidor porque para nós aumentou muito o preço de atacado”, explica o proprietário de um supermercado local.

13254569_2034541283437846_1073168451819510260_n

feijao-preçi

 

Deixe seu comentário
SHARE
Goiano, 30 anos, Casado, Pai, Redator e Proprietário do Jornal Itapaci Urgente. Aqui a notícia é verdade.