IPVA em Goiás fica 10% mais caro este ano; veja valores

0
692
Motoristas começam a pagar o IPVA em Goiás — Foto: Reprodução

O ano de 2023 começou com o IPVA 10% mais caro para os contribuintes goianos. Para calcular o valor do imposto, a Secretaria de Economia pega o preço do veículo avaliado pela tabela Fipe e aplica em cima desse valor de venda uma alíquota de acordo com a categoria do veículo.

Já tem 8 anos que o Governo de Goiás mantém as mesmas alíquotas de IPVA e é aí que surge a dúvida em muita gente: por que o carro usado, que historicamente perde valor a cada ano, agora — ao contrário — está vindo com o imposto mais caro que em 2022?

É que o valor de venda dos carros usados aumentou 10% em Goiás em relação ao ano passado, segundo a Secretaria de Economia.

O presidente Sindicato dos Despachantes, Divino Eterno dos Santos, explicou que há falta de peças para veículos novos por causa da pandemia e isso fez com o carro usado se valorizasse.

Em relação aos veículos novos, que alguns têm falta de peças pelo período pandêmico que vivemos nos últimos 3 anos, alguns carros usados e semi-novos tiveram uma valorização de mercado um pouco maior. Se o carro tem uma valorização, automaticamente esse veiculo vai ter um IPVA mais alto“, pontuou Divino dos Santos.

O boleto do IPVA 2023 já está disponível no site e aplicativo do Detran, mas o contribuinte ainda tem tempo para quitar a dívida.

Para as placas com finais 1 e 2, o imposto vai vencer em setembro. Para as placas com finais 3 a 9 e final 0, o vencimento será em outubro.

Este ano, 479 mil donos de veículos vão ter descontos de 5% a 10% no valor do imposto. São os participantes do programa nota fiscal goiana, segundo a Secretaria de Economia.

Em 2022, o governo arrecadou R$ 2,4 bilhões com IPVA. Neste ano, a expectativa é arrecadar R$ 260 milhões a mais.

Se o dono do veículo não concordar com o valor de venda que vem no boleto do IPVa, é possível recorrer. As informações de como pedir a revisão estão no site da Secretaria de Economia no site www.economia.go.gov.br.

 

Deixe seu comentário