Pílula antirressaca começa a ser vendida no Reino Unido

0
214
Foto: iStock

Começou a ser comercializado no Reino Unido um remédio que promete acabar com a ressaca da bebedeira. O medicamento, chamado de Myrkl, funciona por até 12 horas. Os pesquisadores alertam, entretanto, que precisa ser ingerido ao menos duas horas antes de começar a beber.

Estudos mostraram que as pessoas que beberam duas taças de vinho e tomaram dois comprimidos tinham 70% menos álcool no sangue uma hora depois, em comparação com aqueles que não tomaram. O remédio começa o efeito no momento que é ingerido podendo reduzir a concentração de álcool no sangue em 50% já nos primeiros 30 minutos após a ingestão da bebida alcoólica.

Os criadores do Myrkl ainda afirmam que a pílula aumenta a energia e a imunidade.

Myrkl promete decompor o álcool no intestino antes de chegar ao fígado. O que ainda pode proteger o fígado de futuros problemas de saúde relacionados a bebida.

A pílula contém bactérias que decompõe o álcool em água e dióxido de carbono, o que garante que quase nenhum acetaldeído e ácido acético são produzidos pelo fígado.

A indicação pelo uso do medicamento é que seja tomado duas pílulas pelo menos duas horas antes de beber.

Todos os ingredientes são autorizados e reconhecidos como seguros pela Agência Europeia de Segurança Alimentar e pela Food Drug Administration dos EUA.

O medicamento foi desenvolvido originalmente na década de 1990, mas tem sido “aperfeiçoado” nas últimas três décadas.

O propósito é ajudar os bebedores moderados a acordarem se sentindo bem no dia seguinte”, afirmou Håkan Magnusson, diretor executivo da Myrkl.

Magnusson, entretanto, garante que o remédio, apesar de parecer milagroso, não deixa totalmente livre da ressaca, pois há outros mecanismos que também estão envolvidos no processo. Como por exemplo a desidratação, o baixo nível de açúcar no sangue e o metanol que contribuem para o sentimento de mal estar após beber demais.

Por enquanto, a pílula está disponível no site da empresa e não será vendida em lojas.

Deixe seu comentário