Fiscais encerram festas, interditam motéis e até igreja e aplicam mais de R$ 30 mil em multas na Grande Goiânia

0
340
Fiscalização encerra festas com até 100 pessoas, em Goiânia — Foto: Divulgação/Amma

A fiscalização do cumprimento de medidas sanitárias contra a Covid-19 interditou motéis, bares, restaurantes, distribuidoras e até igrejas após denúncias de aglomerações na Grande Goiânia. Vídeos registram festas que reuniam até 100 pessoas na capital, onde foram aplicadas mais de R$ 30 mil em multas.

As interdições ocorreram entre sexta-feira (26) e domingo (28). Segundo os fiscais, só em Aparecida de Goiânia mais 200 locais foram visitados durante o final de semana, quando duas pessoas chegaram a ser presas por desacato a guardas municipais durante a fiscalização.

Ao todo, 50 estabelecimentos foram interditados em Aparecida de Goiânia, sendo que 40 pessoas foram multadas pelo não uso de máscara de proteção e sete veículos de som automotivo foram apreendidos.

De acordo com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semma), dois motéis foram multados por descumprimento da portaria de nº 022, que permite apenas duas pessoas por suíte. Um deles estava com oito suítes com capacidade excedente e foi multado em R$ 4,8 mil.

Outro motel também foi multado por promover aglomerações em seis suítes, com R$ 600 de multa para cada quarto. Segundo os fiscais, as pessoas alugavam os quartos separados, mas se encontravam quando já estavam dentro do local.

Além dos motéis, uma igreja no Jardim Tiradentes foi multada e interditada por promover culto com 40 pessoas. Pela portaria estabelecida pelo município, só é permitida a presença de 20% da capacidade. Um bar no Setor Garavelo também foi autuado por ter pessoas consumindo no local.

Os locais não tiveram o os nomes divulgados e o valor total das multas em Aparecida de Goiânia não foi informado. Participam da fiscalização integrantes da Guarda Civil Municipal, secretarias de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Vigilância Sanitária, Regulação Urbana, Fazenda, Ministério Público e Polícia Civil.

Fiscalização em Goiânia
A central de fiscalização contra a Covid-19, interditou seis locais com aglomerações em Goiânia. De acordo com os fiscais, três espaços para eventos já eram reincidentes. Em uma chácara localizada no Setor Jardim das Rosas, mais de 60 pessoas se aglomeravam com dois carros com som automotivo e uso de bebidas alcoólicas.

Segundo o diretor de fiscalização da Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma), Diego Moura., um outro evento, localizado no Setor Alphaville Residencial, reunia mais de 100 convidados. A festa também foi encerrada pela Polícia Militar.

Duas distribuidoras de bebidas da capital também foram autuadas por descumprimento do decreto que proíbe aglomerações para conter o avanço do coronavírus. Segundo a Amma, as multas aplicadas no fim de semana ultrapassam R$ 30 mil.

Nossos agentes encontraram várias pessoas aglomeradas, sem o uso da máscara, compartilhando narguilés, grande quantidade de pessoas reunidas em espaços pequenos. Foram tomadas todas as providências fiscais em desfavor desses responsáveis“, explicou o diretor de fiscalização.

 
 

 

 
 
Deixe seu comentário
SHARE
Goiano, 26 anos, Casado, Pai, Redator e Proprietário do Jornal Itapaci Urgente. Aqui a notícia é verdade.