Tim, Vivo e Claro compram Oi, que deve desaparecer do mercado

0
287

A operadora Oi vendeu, por R$ 16,5 bilhões, os seus ativos da rede móvel para o consórcio formado pela Tim, Vivo e Claro e deve desaparecer do mercado móvel brasileiro. O leilão que consolidou a venda aconteceu nesta segunda-feira (14) e foi feito pela 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro.

Vale destacar, o leilão faz parte de um plano de de recuperação judicial da companhia que começou em 2018. A Oi detém, neste momento, somente os ativos de infraestrutura e fibra. Eles também devem ser parcialmente vendidos.

As empresas que compraram os ativos da Oi, agora, aumentarão a participação no mercado de telefonia móvel do País. A Tim cresce de 23% para 32%, a Vivo de 33% para 37% e a Claro de 26% para 29%. Existem, ainda, 2% divididos entre pequenas operadoras regionais.

Primeiro leilão
Vale lembrar, em 26 de novembro a Oi realizou seu primeiro leilão para quitar dívidas. Neste, foram arrematadas torres de telefonia e data centers da companhia por cerca de R$ 1,4 bilhão pela Highline do Brasil (torres) e a Titan Venture Capital.

Sobre a venda de ativos, a decisão foi tomada em 15 de junho deste ano. A Oi, então, resolveu dividir a empresa em quatro áreas, sendo os ativos reunidos em Unidades Produtivas Isoladas (UPIs): Ativos Móveis, Torres, Data Center e InfraCo.

É na InfraCo que estão reunidos os ativos de infraestrutura e fibras. Estipula-se que o preço mínimo pela venda parcial é de R$ 6,5 bilhões. Destaca-se que, só de janeiro a setembro, a Oi teve prejuízo de R$ 12,2 bilhões. (Com informações do G1.com)

Deixe seu comentário
SHARE
Goiano, 26 anos, Casado, Pai, Redator e Proprietário do Jornal Itapaci Urgente. Aqui a notícia é verdade.