Adolescente de 15 anos é apreendida por matar amiga com 35 facadas, em Rio Verde

0
181

Uma adolescente, de 15 anos, foi apreendida por matar a amiga, de 14 anos, com 35 facadas, em Rio Verde. O crime aconteceu no dia 14 de janeiro deste ano.

A prisão foi efetuada nesta terça-feira (10/3), após várias diligências da Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO), através do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH), para esclarecer o homicídio que vitimou Emanuelle Souza Batista.

Segundo as investigações, a adolescente confessou o crime bárbaro e indicou aos policiais as circunstâncias e os locais onde estariam escondidos o celular da vítima e a faca utilizada para golpeá-la.

De acordo com o Delegado Danilo Fabiano, responsável pelo caso, as duas eram amigas e o crime foi motivado por brigas sobre supostos  comentários que a vítima fez sobre a autora, referente ao namorado, e ainda por ofensas em redes sociais.

Como estavam brigadas, a autora premeditou o crime e atraiu a adolescente para o matagal dizendo que haviam drogas enterradas e que elas venderiam e dividiriam o dinheiro. Entretanto, quando a adolescente estava procurando as drogas, a autora desferiu os golpes, que atingiram principalmente a região do tórax.

O Poder Judiciário da Comarca de Rio Verde representou pela internação da menor infratora, medida que foi cumprida na tarde desta terça-feira (10/3).

Além da responsabilização por ato infracional análogo ao crime de homicídio doloso consumado qualificado, a adolescente ainda será responsabilizada por ato infracional análogo ao crime de vilipêndio de cadáver, pois um dia depois do crime ela voltou ao local, tentou atear fogo no corpo da vítima, roubou o celular e o enterrou.

Como aconteceu o caso em que a adolescente foi apreendida por matar amiga com 35 facadas, em Rio Verde

No dia 16 de janeiro deste ano, o corpo de Emanuelle, de 14 anos, foi encontrado em um matagal próximo a uma praça no Residencial Veneza, em Rio Verde.

Emanuelle estava desaparecida desde o dia 14 de janeiro, quando avisou à família que ia ao bairro Popular, mas não foi mais vista. Logo depois, familiares mobilizaram as redes sociais para achar a menina.

Depois que o corpo foi encontrado, parentes foram ao Instituto Médico Legal (IML) e reconheceram o corpo de Emanuelle, que passou por exame de DNA e teve a identidade confirmada.

A menina foi morta friamente pela amiga com 35 golpes de faca.

Deixe seu comentário
SHARE
Goiano, 26 anos, Casado, Pai, Redator e Proprietário do Jornal Itapaci Urgente. Aqui a notícia é verdade.