Veja quem são os políticos goianos que estão na lista de propina da Odebrecht

0
589

Foram divulgados documentos apreendidos pela Polícia Federal que listam prováveis repasses da Odebrecht para mais de 200 políticos de 18 partidos políticos. Os arquivos, compartilhados no Blog do Fernando Rodrigues, é o mais completo acervo do que seria a contabilidade paralela descoberta e revelada pela Operação Lava Jato.

Nas planilhas, aparecem os nomes de Marconi Perillo, Demóstenes Torres e Paulo Garcia. A tabela aponta que o governador do Estado teria recebido R$ 200 mil da empreiteira no dia 1 de setembro de 2010. Já Demóstenes, que se encontra listado na mesma planilha que Marconi, teria recebido R$ 1,2 milhão no dia 9 de setembro de 2010. O prefeito de goiânia Paulo Garcia também aparece nos documentos e teria recebido repasses de R$ 300 mil no total.

Por meio de nota, Garcia afirma que na campanha eleitoral de 2012 declarou todos os gastos e todas as arrecadações ao TRE conforme manda a legislação. O político confirma que no site do TSE é possível ver a lista de todos os doadores da campanha. Paulo Garcia afirma que nem na campanha eleitoral de 2012, e em nenhuma outra campanha que participei, recebeu qualquer doação da empresa Odebrecht ou de suas subsidiárias.

Também por nota, o Diretório Estadual do PSDB de Goiás informou que todas as doações para as campanhas de candidatos do partido nas eleições de 2010 e 2014 foram devidamente declaradas à Justiça eleitoral, efetuadas via transferência bancária e atestadas por recibos.

Já o ex-senador Demóstenes Torres esclareceu que em setembro de 2010, a campanha eleitoral dele recebeu duas doações, que totalizaram o valor de R$ 1,2 mi, uma da empresa Leyroz (R$ 960mil) e outra da empresa Praiamar (R$ 240 mil); ambas compõem o Grupo Petrópolis. As doações foram feitas via transferências bancárias e aplicadas conforme a lei na campanha eleitoral de 2010, tanto que a prestação de contas foi aprovada pela Justiça Eleitoral com parecer favorável do Ministério Público Eleitoral.

Ainda segundo o Blog do Fernando Rodrigues, as planilhas estavam com o presidente da Odebrecht Infraestrutura e foram apreendidas na 23ª fase da Operação Lava Jato, a “Acarajé”, realizada no dia 22 de fevereiro deste ano.

Veja a lista:

image

 

Fonte: O Popular

Deixe seu comentário
SHARE
Goiano, 30 anos, Casado, Pai, Redator e Proprietário do Jornal Itapaci Urgente. Aqui a notícia é verdade.