BRASIL: Manifestações contra governo Dilma ocorrem pelo país

0
1071

Manifestações contra a presidente da República, Dilma Rousseff (PT), o ex-presidente Lula e o PT acontecem neste domingo (13) em dezenas de cidades brasileiras. A estimativa do total de manifestantes ainda não foi divulgada.

Às 18h, todos os estados e o Distrito Federal registravam protestos antigoverno. O último a ter manifestações foi Roraima. A concentração em Boa Vista começou às 17h15 (horário de Brasília) na Praça do Centro Cívico e reuniu centenas de pessoas.

Também foram realizados protestos de apoio ao governo Dilma, a Lula e ao PT. Recife (PE), Fortaleza (CE), Porto Alegre (RS), São Bernardo do Campo (SP), Vitória (ES), Monte Claros e Coronel Fabriciano (MG) tiveram atos a favor do governo petista.

As manifestações foram pacíficas, com poucos incidentes isolados em algumas cidades. Grande parte dos manifestantes vestia verde e amarelo e levava cartazes contra a corrupção, o governo federal e o PT.

Além de pedirem a saída de Dilma, várias pessoas protestaram contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e lembraram que, na semana passada, o Ministério Público de São Paulo pediu a prisão preventiva do líder petista.

Outro nome citado nos atos, mas de maneira positiva, foi o do juiz da Operação Lava Jato. Sérgio Moro foi exaltado em faixas em diversas cidades brasileiras.

Capitais
Rio de Janeiro, Salvador, Belém, Recife e outras capitais reuniram multidões nos protestos contra o governo Dilma. Em São Paulo, os manifestantes ocuparam a Avenida Paulista.

No Rio, o protesto aconteceu em Copacabana, Zona Sul. Às 11h20, uma hora e 20 minutos após o horário marcado para o início do ato, os manifestantes ocupavam cerca de 8 quarteirões da Praia de Copacabana e as duas pistas da Avenida  Atlântica.

Em Brasília, a Polícia Militar estimou em 100 mil o número de participantes na manifestação. Para os organizadores, havia entre 180 mil e 200 mil. A PM destacou mais de 2 mil policiais para atuar na segurança.

Em Belém, milhares de paraenses foram às ruas protestar contra a corrupção no Brasil. Vestidos de verde e amarelo, os manifestantes pediram o impeachment da presidente Dilma Rousseff e apoiaram o juiz Sérgio Moro na operação “Lava Jato”.

Em Belo Horizonte, com a presença do senador Aécio Neves e do ex-governador Antonio Anastasia, manifestaram contra o governo petista. Os participantes do ato ainda enaltecem a Operação Lava Jato, o juiz Sérgio Moro e a Polícia Federal.

Alagoas
Maceió – Milhares de pessoas participaram da manifestação contra o governo Dilma. A mobilização começou na Praça Vera Arruda, na Jatiúca, e seguiu em caminhada pela orla da capital alagoana até a praça que fica no Alagoinha, na Ponta Verde.

Amazonas
Manaus – A praia da Ponta Negra, na Zona Oeste da capital, foi o local escolhido para a realização de uma manifestação contra o governo Dilma Rousseff e a favor das investigações da Operação Lava Jato. O ato começou por volta das 16h10.

Bahia
Salvador– Segundo a Polícia Militar, cerca de 20 mil pessoas participaram do ato. Muitas pessoas levaram cartazes com pedido de impeachment da presidente Dilma Roussef e em faixas e cartazes pedindo a prisão do ex-presidente Lula.

Ceará
Fortaleza –
Pela manhã, manifestantes realizaram protesto em defesa do ex-presidente Lula e contra o impeachment da presidente Dilma. De acordo com os organizadores, o ato é um “aquecimento” para uma manifestação agendada para 18 de março.

Distrito Federal
Brasília
– Integrantes de movimentos pró-impeachment da presidente Dilma Rousseff ocuparam a Esplanada dos Ministérios, em Brasília, para uma marcha entre o Museu da República e o Congresso Nacional. Seis carros de som acompanharam a marcha.

Espírito Santo
Durante a tarde, houve concentração em Vila Velha e passeata até a Praça do Papa, em Vitória. Uma carreata a favor do ex-presidente Lula aconteceu, à tarde, em Vitória. O ato foi organizado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT).

 

Goiás
Goiânia – Um grupo de motociclistas promoveu um “buzinaço” pelas ruas da região sul da capital goiana, na manhã deste domingo, para protestar contra o governo federal e pedir o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Eles passaram em frente à sede da Polícia Federal, no Setor Bela Vista, por volta das 10h30, quando gritavam palavras de ordem contra a corrupção. Segundo os organizadores, protesto reuniu cerca de 100 mil pessoas.

Maranhão
São Luís –
O ato contra governo Dilma reuniu mais de 4 mil pessoas em São Luís, segundo a PM. Para a organização, a manifestação reuniu 5 mil pessoas. Os manifestantes montaram pelo menos três tendas e utilizam um trio elétrico.

Mato Grosso
Cuiabá – Cerca de 50 mil pessoas participaram da manifestação em Cuiabá, segundos os organizadores. Já a Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp) estima público de 26 mil pessoas. Os manifestantes percorreram a Avenida Getúlio Vargas.

Mato Grosso do Sul
Corumbá e outros seis municípios do estado – Aquidauana, Coxim, Três Lagoas, Chapadão do Sul, Nova Andradina e Naviraí – tiveram manifestações contra o governo federal.

Minas Gerais
Belo Horizonte – Manifestantes realizaram protesto contra o governo Dilma Rousseff, o ex-presidente Lula e o PT. Os manifestantes se concentraram na Praça da Liberdade, na Região Centro Sul de Belo Horizonte.

Pará
Belém – Milhares de paraenses foram às ruas da capital protestar contra a corrupção no Brasil. Vestidos de verde e amarelo, os manifestantes pediram o impeachment da presidente Dilma Rousseff e apoiaram o juiz Sérgio Moro na operação “Lava Jato”.

Paraíba
Manifestantes se reuniram no Busto de Tamandaré, em João Pessoa, na Praça da Bandeira, em Campina Grande, e na Praça Edvaldo Motta, em Patos, para protestar contra a presidente Dilma Rousseff, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o PT. O ato público também demonstrou apoio à Operação Lava Jato e ao juiz federal Sérgio Moro.

Paraná
Curitiba – Manifestantes se reuniram no centro de Curitiba, na Praça Santos Andrade, para protesto contra o governo federal na tarde deste domingo. Segundo estimativa da Polícia Militar, foram cerca de 200 mil. Também foram realizados atos em Foz do Iguaçu, Paranavaí, Londrina, Maringá, Cascavel, Ponta Grossa e Guaíra.

Pernambuco
Recife – A capital pernambucana teve atos a favor e contra o governo. Os manifestantes contrários ao governo Dilma Rousseff se reuniram na Avenida Boa Viagem. Segundo a PM, foram 120 mil pessoas. Os organizadores estimaram público de 150 mil. Também houve protesto em Garanhuns, município a 27 quilômetros distante de Caetés, cidade natal do ex-presidente Lula.

Piauí
Teresina – Centenas de pessoas se reuniram na Avenida Raul Lopes para pedir a saída da presidente Dilma Rousseff, bem como declarar apoio ao juiz Sério Moro e à Lava Jato.

Rio de Janeiro
Rio – Os manifestantes contrários ao governo Dilma se reuniram na Praia de Copacabana. Quase quatro horas após o início do protesto, organizadores estimaram a presença de cerca de 1 milhão de pessoas. A Polícia Militar não divulgou balanço.

Rio Grande do Norte
Natal – Manifestantes contrários ao governo Dilma Rousseff se reuniram na Praça Cívica. Às 16h40, os organizadores disseram que eram 15 mil os presentes ao ato em Natal. A Polícia Militar informou que cerca de 8 mil pessoas estavam no protesto.

Rio Grande do Sul
Porto Alegre – O protesto contrário ao governo de Dilma Rousseff foi realizado na tarde deste domingo no Parcão, no bairro Moinhos de Vento, em Porto Alegre. Segundo a Brigada Militar, cerca de 100 mil pessoas participaram, e que não houve incidentes. Os organizadores dizem que havia cerca de 140 mil manifestantes.

Rondônia
Ji-Paraná – No município distante cerca de 370 km da capital Porto Velho, a população realizou uma caminhada na BR-364. A PM afirmou que cerca de 300 pessoas estavam presentes, enquanto a organização não divulgou números. Em Vilhena, cerca de 1,5 mil pessoas fizeram um protesto, segundo números da Polícia Militar.

São Paulo
São Paulo – Na capital paulista, milhares de pessoas protestaram contra o governo Dilma, o ex-presidente Lula e ao PT na Avenida Paulista. Os manifestantes, que ocuparam cerca de 2 km, carregavam cartazes apoiando o juiz Sérgio Moro e pedindo impeachment de Dilma.

Santa Catarina
11 cidades – Foram realizados protestos contra o governo Dilma em diversas cidades do estado, como Lages, Curitibanos, Fraiburgo, Capinzal, Ouro, Urubici, Xanxerê, São Miguel do Oeste, Canoinhas, Gaspar e Turvo.

Tocantins
Araguaína, Gurupi e Porto Nacional tiveram protestos pela manhã no estado. Os manifestantes das três cidades pediram o fim da corrupção e o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), além de apoio ao juiz Sérgio Moro.

 

Fonte: G1.com

 

 

 

Deixe seu comentário
SHARE
Goiano, 30 anos, Casado, Pai, Redator e Proprietário do Jornal Itapaci Urgente. Aqui a notícia é verdade.