Peritos do INSS voltam a atender após quase 5 meses de greve

0
531

Os médicos peritos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) voltaram a realizar atendimentos nesta segunda-feira (25), depois de quase 5 meses de greve, em Goiânia. Na agência do Centro da capital, os usuários da Previdência Social afirmam que o tempo médio de espera para quem estava agendado foi de 3h.

O INSS informou em nota  que o tempo médio de espera para o agendamento da perícia subiu de 20 dias, antes da greve, para 89 dias, que segundo o instituto é o tempo em que a maioria dos solicitantes está aguardando para o atendimento.

A assessoria de comunicação do INSS informou que “o retorno dos peritos médicos ao trabalho, prejudicado desde 4 de setembro quando foi deflagrado o movimento grevista, permitirá ao INSS atuar para a regularização do atendimento”.

Comunicou ainda que “a regra de priorização do atendimento é definida pelo próprio instituto e está estabelecida nos seus normativos”.

Sobre as negociações feitas com a categoria, o INSS esclareceu que “foram oferecidas as mesmas condições e reajustes apresentados às demais carreiras com acordos já firmados ao final de 2015”.

Na nota, a assessoria de comunicação afirma que “o  que motivou o não retorno de parte dos peritos à atividade, foi a exigência de redução da jornada de trabalho, de 40 horas para 30 horas semanais, sem a correspondente redução da remuneração”.

Apesar disso, o instituto esclarece que o “o governo já sinalizou com a possibilidade de estudar a implantação da jornada de 30 horas”. Porém, de acordo com a nota a proposta é que esta mudança aconteça junto com a reestruturação da carreira.

O órgão afirmou que ainda “não pode falar em estratégia de reposição”,  em relação ao tempo em que os médicos peritos ficaram sem prestar os atendimentos.

Fonte: G1.com

Deixe seu comentário