GOIÁS: Rombo deixado por antiga gestão da OAB é de R$ 11 milhões

0
434

A informação é do presidente recém-empossado na OAB, Lúcio Flávio: a OAB-GO arrecadou nos últimos 3 anos em média, anualmente, cerca de R$ 28 milhões e gastou em média R$ 38 milhões. Ou seja, um déficit anual de R$ 10 milhões. No caso de 2015, especificamente, o rombo chegou a R$ 11 milhões.

O rombo superior a R$ 10 milhões já havia sido denunciado, em março de 2015 – e comunicado, em maio, ao Conselho Federal da OAB –, pelos advogados Alex Neder, Mauracy Andrade de Freitas e Jorge Jungman Neto, membros do Conselho Seccional da Ordem em Goiás.

Além de tentar afundar a OAB com uma gestão atrelada ao governo estadual, fica agora provado que Henrique Tibúrcio geriu a entidade sem nenhuma responsabilidade fiscal, com gastança desenfreada.

Fonte:  goiasreal.com

Deixe seu comentário
SHARE
Goiano, 30 anos, Casado, Pai, Redator e Proprietário do Jornal Itapaci Urgente. Aqui a notícia é verdade.