Polícia cumpre mandados contra grupo suspeito de tráficos de drogas e comércio ilegal de armas de fogos em Rubiataba, Nova Glória e Uruaçu

0
964

OPERAÇÃO SATUS: 🚨A Polícia Civil de Goiás (PCGO), através da DELEGACIA DE RUBIATABA, 10ª DRP – Ceres, deflagrou na manhã desta quinta-feira (20/07), a OPERAÇÃO SATUS, com finalidade o cumprimento de 25 mandados, sendo 09 de prisão preventiva e 16 de busca e apreensão em residências e pontos comerciais nos municípios de Rubiataba, Nova Glória e Uruaçu, ambos na região centro norte de Goiás.

Após investigações foi constatado que haviam na região uma rede de pessoas que se dedicavam ao crime, praticando a comercialização de entorpecentes e de armas de fogos de forma ilegal. No decorrer das investigações também foram descobertos outros ilícitos, os crimes de lavagem de dinheiro em estabelecimentos comercias na cidade de Nova Glória.

A operação resultou no cumprimento dos 25 mandados, que teve apoio de um efetivo de mais de 60 POLICIAIS CIVIS DE GOIÁS e da POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL, por intermédio do Grupo com Cães (G.O.C. PRF/GO), sendo efetuado a prisão total de 08 pessoas, seguindo foragida outra 01 pessoa, lavrado um total de 03 Autos de Prisão em Flagrante em desfavor de 02 conduzidos na cidade de Nova Glória/GO pelos crimes de tráfico de drogas e também posse ilegal de armas de fogo, e na cidade de Uruaçu, além do cumprimento do mandado de prisão, foi lavrado 01 Auto de Prisão em Flagrante em desfavor de 01 conduzido por porte ilegal de diversas munições.

Diante disso foram apreendidos pasta base de cocaína, diversas porções de maconha e cocaína, balanças de precisão, e outros instrumentos destinado à fabricação e produção de drogas. Também foram apreendidos diversos produtos de um distribuidora de bebidas e de um ateliê, que eram utilizados com o fim de lavar o dinheiro obtido de forma ilícita, além de uma quantia aproximada de R$ 7.000,00 em espécie.

Durante a operação também foram apreendidos 05 veículos automotores de propriedade dos investigados adquiridos com o proveito do crime. Por fim, foi determinado o sequestro e bloqueio nas contas bancárias dos investigados do valor estimado de R$ 100.000,00, valor auferido pelas práticas criminosas desenvolvidas.

Como resultado da operação o prejuízo estimado para o crime calcula-se em um montante superior a R$ 300.000,00 (trezentos mil reais).

Deixe seu comentário