Homem ‘mais sujo do mundo’ morre 2 meses após tomar primeiro banho

0
796
(Foto: Reprodução Twitter).

O iraniano que ficou conhecido como “o homem mais sujo do mundo“, morreu no último domingo (23), dois meses após tomar o primeiro banho em cerca de seis décadas. A informação foi dada pela agência de notícias Irna e reproduzida por jornais internacionais, como o britânico Guardian.

O ermitão tinha 94 anos e morava em Dejgah, uma vila da província de Fars, no sul do Irã. O homem foi identificado apenas como “Amou Haji”, algo como “tio Haji”.

Haji ganhou o título de “mais sujo do mundo” por ter ficado décadas sem tomar banho com água e sabão, segundo a imprensa do Irã. Vizinhos contavam que o iraniano tinha aversão à limpeza por um trauma vivido na juventude.

Segundo uma reportagem do jornal Tehran Times, Amou Haji se alimentava de bichos mortos e fumava um cachimbo com excrementos de animais. A publicação dizia que ele acreditava que a limpeza poderia deixá-lo doente.

A agência de notícias Irna afirma que, há aproximadamente dois meses, o ermitão foi convencido por outros moradores de Dejgah a tomar banho.

Na web, internautas repercutiram a morte de Amou Haji. “A sujeira era sua energia vital, sem ela, certamente morreria”, opinou um perfil no Twitter.

Acho que ele ficou tanto tempo sem tomar banho que criou-se uma camada de proteção na pele. Ai com ele tomando banho, tirou essa camada e ele ficou com imunidade baixa, ai pela idade pegou qualquer coisa la e morreu”, refletiu um internauta.

 

Deixe seu comentário