GO: Mulher é presa e confessa que matou as filhas de 10 e 6 anos

0
1256
Izadora Alves de Faria suspeita de matar as filhas Maria Alice, de 6 anos, e Lavínia, de 10, em Edéia, Goiás — Foto: PM/Divulgação.

Policiais militares do 8º Comando Regional localizaram, no início da noite desta terça-feira (27/9), a mãe das duas irmãs que foram encontradas mortas no final da manhã de hoje em Edéia, interior de Goiás.

Isadora Alves de Faria, de 30 anos, estava escondida em uma mata que fica nas proximidades da casa dela, no Setor Samambaia.

Para os policiais, ela confessou que inicialmente envenenou e afogou as filhas Maria Alice, de 10 anos, e Lavinia, de 6 anos, e só depois deu uma facada no peito de cada uma delas.

Quando localizada, Isadora estava com os pulsos cortados, e relatou ter tomado chumbinho, mas, segundo a PM, ela não corre risco de morte.

Crime:

Com perfurações de faca no tórax, os corpos de Maria Alice, de 10 anos, e de Lavínia, de 6 anos, foram encontrados na casa em que elas moravam com os pais, no Setor Samambaia. 

O pai das menores, que foi quem encontrou as crianças mortas em cima da cama do casal, disse que a esposa, que sofria de depressão, abandonou um tratamento psicológico, mas que jamais cogitou fazer qualquer tipo de maldade às filhas.

Para os policiais que atenderam a ocorrência, o pai das menores disse que aproveitou o horário do almoço no trabalho para levar um lanche as filhas, mas que, ao chegar na casa, estranhou a ausência da esposa.

Relação:

O homem, que não teve o nome divulgado, relatou que vivia uma relação conturbada com a companheira, com quem teria discutido no início do dia, mas afirmou que jamais houve agressão, ou sequer ameaças por parte dele, ou da esposa.

Deixe seu comentário