Operação da Polícia Civil prende associação criminosa investigada pelo furto de mais de 60 reses bovinas

0
395

A Polícia Civil, por intermédio do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (Genarc) de Iporá cumpriu na última (04/5), na cidade de Bom Jardim de Goiás, dois mandados de prisão temporária e dois mandados busca e apreensão expedidos em desfavor de investigados pela prática dos crimes de furto de semovente domesticável de produção, mediante concurso de agentes, e associação criminosa. Os delitos foram perpetrados no segundo semestre do ano de 2021, na zona rural de Bom Jardim de Goiás.

Segundo as investigações, em um curto período de tempo (cerca de três meses), os investigados subtraíram 67 reses bovinas de propriedade de três vítimas, em uma mesma área geográfica. Ao tomar conhecimento dos fatos, o Ponto Focal Rural de Iporá instaurou inquérito policial e empreendeu diligências investigatórias e obteve êxito em identificar a autoria de dois dos furtadores do grupo criminoso. Diante disso, representou-se ao Poder Judiciário, Comarca de Aragarças, pela decretação da prisão temporária e de busca apreensão em desfavor dos investigados identificados, que, após manifestação favorável do Ministério Público, teve deferimento.

Durante o cumprimento dos mandados judiciais, na residência de um dos investigados, os policiais civis localizaram e apreenderam uma espingarda, de um cano, calibre .32; quatro munições, calibre .32; e uma munição, calibre .22, além de uma motocicleta marca HONDA/CG 125 FAN, cor preta, produto do crime de furto, ocorrido na cidade de Barra do Garças (MT), no dia 16 de abril de 2020.

Deixe seu comentário