Preço do litro da gasolina ultrapassa R$ 8,00 em postos de Goiás após novo reajuste da Petrobrás

0
133

O preço do litro da gasolina ultrapassou a casa dos R$ 8,00 em cidades de Goiás, após o novo reajuste da Petrobrás.

O motorista Leonardo Taveira, de 27 anos, registrou o valor de R$ 8,65 em Iporá, no oeste goiano.

O registro foi feito no início da manhã desta sexta-feira (11). O motorista encontrou o mesmo preço em um segundo posto da cidade. A direção das unidades informou que abaixou os valores, que agora estão em cerca de R$ 7,84.

Preço da gasolina em Iporá, Goiás — Foto: Arquivo Pessoal/Leonardo Taveira

Já em Posse, no nordeste de Goiás, o instrutor de trânsito Joezer Santana fotografou um posto que estava cobrando R$ 8,23 no litro da gasolina comum. Indignado, ele lamentou que o aumento do preço está prejudicando seu trabalho.

“A gente fazia uma rota maior com o aluno para ele aprender, trafegávamos pela cidade e em um trecho da GO. Agora, só ficamos dentro de um percurso especifico e não usamos o ar-condicionado”, contou Joezer.

Preço da gasolina em Posse. Goiás — Foto: Arquivo Pessoal/Joezer Santana

Em um levantamento feito pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), entre os dias 27 de fevereiro e 5 de março, o preço máximo do litro da gasolina comum em Goiás foi de R$ 6,99. A pesquisa mostrou também que no período entre 6 e 12 de março, o litro do etanol hidratado saía a R$ 4,89.

Em nota, o Procon Goiás explicou que o novo aumento da Petrobras passou a valer a partir desta sexta-feira de 18,8% no preço de venda da gasolina. Já a venda do diesel para as distribuidoras, registrou aumento de 24,9%.

O órgão informou que consumidores que considerarem os valores abusivos podem denunciar pelos telefones:

151 em Goiânia
(62) 3201-7124 nas outras cidades de Goiás

Em postos que forem denunciados, o Procon explicou que os fiscais vão exigir a apresentação dos cupons fiscais de venda dos últimos 10 dias da gasolina, etanol e do diesel. Caso o aumento analisado seja considerado irregular, os estabelecimentos serão autuados.

Deixe seu comentário