Em Goianésia, adolescente ateia fogo em casa após mãe proibi-lo de jogar em celular

0
376
Foto: CBMGO

Um adolescente de 13 anos ateou fogo à própria casa após a mãe dele não emprestar o celular para que ele pudesse jogar com alguns amigos virtualmente. Caso aconteceu em Goianésia, na região central do estado de Goiás.

Segundo a Polícia Militar (PM), o menino ficou revoltado com a mãe porque queria jogar um jogo de tiros, conhecido entre os adolescentes. Após ela negar entregar o telefone ao filho, ele iniciou o incêndio para se vingar.

O Corpo de Bombeiros esteve no local e explicou que as chamas começaram na sala, queimando o sofá e alguns móveis. Mas, até mesmo o forro da casa foi atingido. Os militares, porém, conseguiram evitar que o fogo se alastrasse para outros cômodos da casa.

De acordo com os PMs, que estiveram no local, os agentes ainda tiveram que conter o adolescente, que continuava com muita raiva mesmo depois de provocar o incêndio. O garoto teria tentado fugir da polícia e resistido à abordagem.

Em seguida, o menino agrediu os policiais com murros e pontapés, tendo ainda, segundo a corporação, tentado pegar a arma de um dos agentes. Com isso, ele acabou sendo entregue para o Conselho Tutelar e encaminhado para a Delegacia de menores.

 

Deixe seu comentário
SHARE
Goiano, 26 anos, Casado, Pai, Redator e Proprietário do Jornal Itapaci Urgente. Aqui a notícia é verdade.