Prefeitura de Itapaci destaca a importância do ”Dia do Campo” para alavancar seu negócio

0
37

O dia do campo foi comemorado no último dia 5 de maio, e a prefeitura de Itapaci destaca a grande importância deste dia para o meio ambiente. Vamos lá?

Antes de iniciar o período de safra, empresas envolvidas na cadeia de abastecimento e produção agrícola e pecuária e os pequenos e médios produtores agrícolas participam todos os anos do chamado Dia de Campo.

O Dia de Campo reúne também pesquisadores e instituições de ensino e de pesquisa ligadas ao desenvolvimento do campo. A importância desse dia está em buscar encontrar soluções sustentáveis de desenvolvimento para uma região especifica e reflete diretamente na busca de novas tecnologias desenvolvidas pelos fabricantes de insumos agrícolas.

Visando a melhoria na produção, o dia de campo impacta diretamente nas revendas de insumos agrícolas, que têm a oportunidade de alavancar seu negócio com o aumento das vendas. Por isso, apresentamos abaixo alguns pontos importantes que servirão de orientação para planejamento e execução dessa atividade.

A importância do dia de campo

É consensual entre os participantes a importância do Dia de Campo ao promover a comunicação entre produtores rurais, técnicos agrícolas, lojas agropecuárias e pesquisadores.

Para eles, o Dia de Campo é extremamente efetivo no sentido de difundir novidades em termos de tecnologia, criar condições e oportunidades de planejamento de safras e alternativas mais sustentáveis, aumentar a rentabilidade e a produtividade e, por fim, fortalecer a agricultura.

Atingir os objetivos esperados através da realização do dia de campo depende, sobretudo, da experiência obtida ao longo das edições realizadas.

Como montar um dia de campo

Planejamento geral

É muito importante que todos os membros da comissão organizadora se reúnam, periodicamente, a fim de definirem questões específicas — como data, época, conteúdos a serem apresentados, público envolvido, entre outros, até questões mais práticas, como a divulgação do evento e treinamento da equipe. O planejamento, sendo realizado de forma clara, objetiva e com seriedade, principalmente, é o que definirá o sucesso do dia de campo.

O que não pode faltar

Uma vez que o dia de campo visa estimular o público envolvido — desde engenheiros ou técnicos agrícolas, distribuidores ou donos de revenda e produtores rurais — no sentido de agregar conhecimento sobre a importância econômica, social e ambiental da adoção de novas práticas e tecnologias sustentáveis na produção agrícola, é primordial que não faltem uma série de medidas, apresentadas a seguir.

  • Tema: o evento deve abarcar dois ou três aspectos de um tema central, que servirá de referência para a escolha de todo o conteúdo apresentado no evento;
  • Palestras e Projetos: devem fornecer conteúdos com caráter inovador e que tenham relevância prática adequada à realidade social e econômica do público participante;
  • Material didático de qualidade: folders, folhetos e apostilas, caso sejam utilizados, devem ser cuidadosamente elaborados;
  • Convites e divulgação: podem ser enviados impressos ou disponibilizados em rede;
  • Recursos financeiros: o planejamento financeiro deverá incluir custeio com materiais, serviços, deslocamento, alimentação, etc. Pode-se verificar também a possibilidade de parcerias, financiamento, apoio, entre outros;
  • Recursos audiovisuais: deve-se atentar à escolha, preparo, instalação e realização de testes prévios com os recursos audiovisuais, evitando eventuais problemas durante o evento;
  • Placas indicativas: é interessante que existam placas para sinalizar o caminho até o local do evento e indicar a organização dos espaços no interior do local do evento;
  • Duração das atividades: importante levar em consideração o tempo programado de todo o evento e também a divisão de tempo para cada conteúdo a ser apresentado;
  • Material de identificação: facilita o contato entre o público e os participantes, membros da equipe e colaboradores;
  • Guias: mantêm o público reunido e atento durante as apresentações;
  • Informações internas: as informações sobre a logística interna e apresentações podem ser disponibilizadas via folhetos informativos, e também por instrutores que, de uma forma comunicativa harmoniosa, poderão instruir o público em relação a questionamentos gerais;
  • Plano do dia de campo: documento fornecido pela DEAT (Departamento de Assistência Técnica) que objetiva o acompanhamento e liberação de recursos para a atividade.

A escolha do local

O local deve ser previamente visitado para que seja possível inferir sobre a viabilidade e facilidade do acesso, inclusive em situações específicas, como chuvas, perda de energia, etc.

A escolha da data

Aspectos muito importantes que devem ser levados em consideração para a escolha da data incluem:

  • Época do ano (estações seca/chuvosa);
  • Outros eventos nas regiões;
  • Dia de feira;
  • Melhor dia da semana.

A equipe organizadora

A equipe organizadora deverá contar com grupos com funções específicas, como:

  • Coordenadores gerais;
  • Recepcionistas;
  • Guias;
  • Instrutores;
  • Apoio administrativo.

Quem convidar

É crucial fazer um levantamento do número de produtores convidados, número dos demais participantes possíveis, as características do público (sociais, culturais e econômicas), as instituições de pesquisas, organizações, agrônomos, agentes e articuladores — como representantes dos agricultores e agricultoras familiares.

E você? O que considera importante no dia de campo? 

Deixe seu comentário
SHARE
Goiano, 26 anos, Casado, Pai, Redator e Proprietário do Jornal Itapaci Urgente. Aqui a notícia é verdade.