José Eliton toma posse como novo governador de Goiás

0
3

Após mais de sete anos ao lado de Marconi Perillo, José Eliton não é mais vice. O cargo lhe foi transmitido às 11h30 do último sábado (7), em solenidade na escadaria do Palácio das Esmeraldas, onde Perillo passou a faixa de governo a seu sucessor. A posse se deu 1h30 mais cedo, na Assembleia Legislativa (Alego), em sessão liderada pelo presidente da casa José Vitti. Todos são do PSDB.

Em seu primeiro discurso como governador, Eliton apontou os caminhos a serem trilhados pela nova administração nos nove meses restantes de mandato. Segundo ele, o foco será consolidar o “legado” de Marconi e “aprimorar” políticas públicas voltadas para a proteção de pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Entre as prioridades do governo está a conclusão do plano de investimentos do biênio, o Goiás na Frente, o qual, segundo José Eliton, inclui obras de infraestrutura e logística em “todas as regiões do estado”. “Uma das vertentes do plano é o repasse de mais de R$ 500 milhões aos municípios para obras de pavimentação, recapeamento e construção de equipamentos públicos”, pontua.

Histórico governista
Em seu discurso de posse, Eliton ressaltou sua origem interiorana, de Rio Verde, e sua formação educacional, primeiro pela rede pública de educação, depois pela faculdade de Direito. “Só a democracia permite que alguém que não nasceu em berço de ouro, vindo do interior, estudante de escola pública possa dirigir os destinos de um Estado”.

Apresentou também uma leitura dos últimos 20 anos de governo tucano, que segundo ele, colocaram Goiás no “rumo certo”. Ele classificou o “Tempo Novo” de Marconi como uma política de “vitórias para a sociedade, desenvolvimento equilibrado e crescimento consistente”.

Eliton ainda destacou a postura do governo frente a crises. “Goiás cresce sem parar nas crises que paralisam outros estados, e que aqui se transformam em superação”. Destacou ainda programas e realizações do governo como Hugol, Hugo, Crer, UEG, Vapt Vupt, escolas padrão século XXI, Renda Cidadã, Estádio Olímpico, duplicação de rodovias.

Frentes de atuação

Ainda no discurso, o novo governador reforçou que o objetivo é atuar sem discriminação partidária, sem “nos render às miudezas da política”, para “manter o que está bom e mudar o que for preciso”.

Com isso afirmou que pretende dar início a um relacionamento mais próximo com prefeitos, vereadores, lideranças e cidadãos. Segundo ele, o intuito é preparar o Estado para um “novo salto de qualidade”, com foco no desenvolvimento social.

“[Vamos] investir em tecnologia e inovação, dialogar com grandes e pequenos produtores rurais, empresários e trabalhadores, movimentos sociais das cidades e do campo. Fazer da isonomia princípio e conceito de oportunidades e de remuneração seja qual for o gênero, a cor da pele ou a opção sexual”.

Prioridades

Conforme expõe em seu discurso, afirma que irá lançar o desafio de garantir aos goianos que aguardam realização de cirurgias eletivas sejam chamados pelas unidades estaduais.

Na educação, o plano é reforçar a educação de nível fundamental para manter o desempenho classificado pelo Ideb. “Nossa meta é propiciar a alunos da rede estadual preparação específica para o Enem, com agenda inovadora, criativa e eficiente, com utilização de novas tecnologias”.

No que diz respeito à Segurança Pública, o intuito é manter “policiamento ostensivo em terminais de transporte coletivo, realizar modernização da frota policial, propiciar integração das forças policiais e promover reformulação de protocolos e competências no tocante a lavratura de Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO)

Trabalho

O primeiro dia de trabalho do novo líder do Executivo estadual será este domingo (8). Às 10, Eliton dará posse ao seu novo secretariado, em solenidade no Itego Basileu França. Assim, ele concluirá a composição de sua equipe administrativa de primeiro escalão, iniciada ainda janeiro. A lista de nomes não foi revelada.

À época, foram empossados Irapuan Costa Júnior, na Secretaria de Segurança Pública; Hwaskar Fagundes, na Secima; Cleomar Dutra Ferreira, na Agehab; João Bosco Bittencourt, na Agência Brasil Central (ABC); e Benitez Brandão Calil, na Secretaria Extraordinária.

Ainda, tomaram posse Edivaldo Cardoso de Paula, na Celg Telecom; Jarbas Rodrigues, na Comunicação Setorial do Governador; e Lucas Pugliese Tavares, na Superintendência Executiva da Secima.

Ainda no domingo, o governador terá sua primeira reunião de trabalho com a equipe de secretários. Será às 14h, no 10º andar do Palácio Pedro Ludovico Teixeira, quando deverá apresentar as diretrizes de seu governo a serem seguidas pelos auxiliares.

Currículo

Especializado em Direito Eleitoral, atuou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e no Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO), fez parte de comissão de juristas do Senado Federal que elaborou o anteprojedo de reformulação do Código Eleitoral Brasileiro.

Foi conselheiro do Instituto Goiano de Direito Eleitoral (Igdel) e fez parte de comissões de Direito Político e Eleitoral, bem como de Advogados Publicistas na Ordem dos Advogados do Brasil Sessão Goiás.

Entrou na chapa de Marconi nas eleições de 2010 e foi reeleito na mesma posição em 2014. Assumiu, no primeiro ano de gestão a presidência da Companhia Energética de Goiás (Celg Par).

No segundo mandato, assumiu a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SED), que reuniu pastas de Indústria e Comércio, Comércio Exterior, Agricultura e Pecuária, Ciência e Tecnologia e Desenvolvimento Regional.

Já teve oportunidade de governar Goiás interinamente em 23 ocasiões. Em 2016, assumiu a Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP). Em 2017, coordenou o programa de investimentos Goiás na Frente, que envolve mais de R$ 9 bilhões, recursos voltados para infraestrutura, logística e apoio aos municípios.

Deixe seu comentário
SHARE

Goiano, 25 anos, Casado, Pai, Redator e Proprietário do Jornal Itapaci Urgente e futuro Jornalista. Aqui a notícia é verdade.