POLÍTICA: E a Operação Lava Jato chegou a Goiás

0
561

Finalmente a OPERAÇÃO LAVA JATO chegou a Goiás e pode acabar resultando em cassação da chapa do governador Marconi Perillo (PSDB) e do seu vice José Eliton (PSDB).

O juiz Sergio Moro divulgou ontem (22/03) que está registrado em planilha de Ricardo Ferraz, diretor de contrato da Odebrecht Infraestrutura, a entrega de R$ 1 milhão em espécie ao motorista de Jayme Rincón (PSDB), no dia 22 de outubro de 2014.

A data de 22 de outubro de 2014 é curiosa, já que se trata de exatamente quatro dias antes do segundo turno da eleição de 2014, vencida por Marconi Perillo. Se ficar comprovado que o R$ 1 milhão em espécie foi usado na campanha à reeleição de Marconi Perillo (PSDB), sua chapa pode acabar sendo cassada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Rincón pegou R$ 1 milhão em espécie a 4 dias da eleição?

A Policia Federal cumpriu ontem mandado de busca e apreensão no apartamento de Jayme Rincón (PSDB), nos Jardins, em São Paulo. Um dos anexos da representação feita pela PF ao juiz reproduz a planilha com anotação a mão: “Entregar (indica o endereço do apartamento de Jayme) ao senhor Sérgio Vaz (motorista de Jayme) dia 22/10, das 10h às 12h”.

Motorista de Jayme desde 2010, Sérgio Vaz morreu depois de reagir a assalto a uma pamonharia em Anápolis, no dia 31 de janeiro em 2016. Jayme Rincón disse ontem ao jornal O Popular que não tem ligação alguma com Ricardo Ferraz e que desconhece o motivo para a busca em seu apartamento.

Fonte: goiasreal.com

Deixe seu comentário
SHARE
Goiano, 30 anos, Casado, Pai, Redator e Proprietário do Jornal Itapaci Urgente. Aqui a notícia é verdade.