DIA 14 DE AGOSTO – Dia do Controle da Poluição Industrial

0
5

Neste dia 14 de agosto comemorasse o Dia do Controle da Poluição Industrial, um dia exclusivo para destacar a importância de manter o controle e cautela para diminuir a poluição exposta principalmente pelas grandes industrias.

Em Itapaci, a Secretaria do Meio Ambiente do responsável pela pasta, Vilmar José do Santos faz questão de destacar cada data importante ao meio ambiente.  ”O dia 14 de agosto é o “Dia do Controle da Poluição Industrial”, data especial para que a sociedade reflita em ações que possam diminuir a emissão excessiva de poluentes industriais”, destaca Vilmar José dos Santos.

Dia do Controle da Poluição Industrial

Para que a população, governos e empresários reflitam sobre a necessidade da diminuição de poluentes gerados pelas fábricas, criou-se o Dia Nacional do Controle da Poluição Industrial, comemorado na próxima terça-feira, dia 14 de agosto. A data foi motivada pela assinatura do Decreto-Lei nº 1.413, em 14 de agosto de 1975 – primeiro instrumento regulatório voltado especificamente ao controle do setor.

A partir do século XIX, a tecnologia avançou e permitiu a criação da máquina a vapor e das locomotivas. Vários produtos deixaram de ser feitos artesanalmente, passando para produção em larga escala, através do surgimento das indústrias. Desde então, o planeta sofre com os efeitos da poluição industrial, que vem aumentando gradativamente.

Segundo a resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), considera-se poluente qualquer substância presente no ar que, pela sua concentração, possa torná-lo impróprio, nocivo ou ofensivo à saúde, prejudicando o bem-estar público, danos aos materiais, à fauna e à flora, ou seja, prejudicial à segurança, ao uso e gozo da propriedade e às atividades normais da comunidade.

A emissão de gases poluentes na atmosfera também está modificando a natureza, além de contribuir para o aquecimento global (elevação da temperatura do planeta, o que causa furações, secas, enchentes, entre outras catástrofes).

O bem-estar e a saúde dos seres humanos estão diretamente ligados à qualidade do meio ambiente. O ar poluído penetra nos pulmões ocasionando o aparecimento de várias doenças. A poluição ambiental causa a morte de 1,7 milhão de crianças menores de cinco anos em todo o mundo anualmente, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Para a entidade, a poluição do ar se transformou no maior fator de risco ambiental para a saúde no mundo, principalmente para as crianças pequenas, cujos órgãos em desenvolvimento e sistemas imunológicos, além de seus pequenos corpos e vias aéreas, as tornam especialmente vulneráveis ao ar sujo.

De acordo com a OMS, as exposições prejudiciais podem ter início ainda no útero materno, aumentando o risco de parto prematuro. Já quando crianças em idade pré-escolar convivem em ambientes com ar poluído e com fumaça de cigarro, a chance de desenvolver pneumonia na infância aumenta, bem como o risco de adquirir doenças respiratórias crônicas, como a asma.

A emissão de gases gerados pelas indústrias é uma das principais causas da poluição atmosférica. Muitas fábricas realizam a queima de combustível, gás ou óleo e, quando ocorre esta queima, vários gases tóxicos, como cádmio e metano, são liberados e vão para a atmosfera, caso não sejam adequadamente filtrados e tratados.

Um poluente lançado por uma indústria em um país muito distante, além de prejudicar a qualidade do ar e contribuir para o aumento do efeito estufa, pode, também, contaminar o solo no qual é plantado um alimento que será exportado para o Brasil, por exemplo. Isto é, a poluição não tem limites, e, por isso, precisa ser cessada ou, pelo menos, reduzida. Neste ponto, entra a conscientização almejada pelo Dia Nacional do Controle da Poluição Industrial.

Há formas de controlar a poluição industrial. Existem as empresas ambientalmente corretas. E, atualmente, por exemplo, uma fábrica só consegue o alvará de funcionamento apresentando planos e estudos ambientais que comprovem a emissão da menor quantidade possível de poluentes. A população também pode ajudar por meio do consumo consciente.

 

 

Deixe seu comentário
SHARE
Goiano, 26 anos, Casado, Pai, Redator e Proprietário do Jornal Itapaci Urgente. Aqui a notícia é verdade.