Moradores do interior de Goiás relatam tremores de terra; geólogo explica

0
170

Moradores de Campinaçu, município a 235 quilômetros de Itapaci, estão assustados com estranho fenômeno de tremor de terra que, segundo eles, tem acometido a região. De acordo com um morador da cidade, que afirma ter sentido a terra tremer na manhã desta quinta-feira (4), o fenômeno é acompanhado de um estrondo que remete a um trovão, mas diferente, e é relatado por campinaçuenses já há quase 10 dias.

O médico Sherman Klepton, que vive em Campinaçu há cerca de três anos, conta que já havia ouvido relatos dos tais tremores mas nunca havia chegado a tempo no local para presenciar. No entanto, o médico diz que recebeu a ligação na manhã de hoje de uma moradora da região dando conta do fato e, quando se dirigiu para onde ela estava, afirma ter conseguido sentir o tremor e gravar o momento.

“Primeiro vem um barulho, um ruído bem forte e onde tem terra, treme aquela parte toda”, descreve Sherman. 

Apesar de ter sido a primeira vez em que presencia o fenômeno, Sherman conta que ouviu de moradores da região que, há cerca de 10 dias, os tremores têm ocorrido quase que diariamente e com intensidade. “Tem uma senhora que disse que, na casa dela, já tem parede trincando. Eles acordam com esse barulho à noite”, diz.

Em janeiro desde ano, moradores de Montividiu do Norte, em Goiás, relataram o mesmo fenômeno. Conforme uma moradora da região ouvida pelo Mais Goiás na ocasião, um tremor foi sentido na cidade junto com uma espécie de estampido abafado. “Não era um trovão, não estava trovejando na hora. Era um barulho abafado e o chão tremeu”, disse na época.

Origem dos tremores
Apesar de se assemelhar a um terremoto, o fenômeno observado em Campinaçu e Montividiu do Norte está longe de ser um. É o que explica o geólogo Humberto Pereira, da HP Consultoria. De acordo com ele, os casos relatados pelos moradores são, provavelmente, causados pelo o que ele chama de acomodação de terra, que é quando a terra colapsa no subterrâneo devido a algum tipo de interferência.

“Não tem esse tipo de terremoto no Brasil. Graças a Deus nós temos uma estrutura muito consolidada. O que acontece neste caso, geralmente em 99,9% [dos casos], é acomodação de terra. Jamais seria um terremoto, não tem histórico”, afirma Pereira.

O geólogo esclarece que o fenômeno pode ser causado quando, por exemplo, uma pessoa faz um cisterna próxima da outra e isso provoca um desmoronamento da terra, o que faz com que ela se acomode e provoque o tremor. Ou quando, ainda segundo ele, é feito um represamento em região com bacias próximas, o que pode gerar vazamento de água e o consequente assentamento da terra.

Deixe seu comentário
SHARE
Goiano, 26 anos, Casado, Pai, Redator e Proprietário do Jornal Itapaci Urgente. Aqui a notícia é verdade.