Divórcios consensuais crescem 33,8% em Goiás, em junho

0
10

O número de divórcios consensuais em Cartórios de Notas cresceu 33,8%, na comparação de junho deste ano com o mesmo período do ano passado, no Estado. A informação é do Colégio Notarial do Brasil – Seção Goiás (CNB-GO).

Segundo verificado, após quatro meses completos da quarentena do novo coronavírus, foram 368 divórcios consensuais em junho de 2020, contra 275 no mesmo mês, em 2019. Segundo informado, este crescimento ocorre após autorização nacional para que os atos notariais de escrituras – divórcios, inventários, partilhas, compra e venda, doação – e procurações pudessem ocorrer remotamente.

Com autorização editada pela Corregedoria Nacional de Justiça (Pavimento nº 100), estes passaram a ser realizados por videoconferência pela plataforma única e-Notariado. Os divórcios, contudo, só são permitidos quando não houver menores envolvidos.

Um aumento, destaca-se, foi verificado, também, na média nacional: 1.9%. Foram 14 Estados com crescimento: Amazonas (30%), Distrito Federal (8,5%), Espírito Santo (18,4%), Mato Grosso do Sul (36,1%), Mato Grosso (14,9%), Minas Gerais (13,5%), Paraná (21,8%), Rondônia (31,2%), Roraima (100%), Rio Grande do Sul (7,8%), Santa Catarina (28,3%), Sergipe (40,9%), Tocantins (5,3%) e São Paulo (1,9%).

“A pandemia trouxe a necessidade de as pessoas ficarem mais dentro das suas próprias casas e, consequentemente, estarem mais com os seus familiares. Dessa maneira, ficou mais evidente o desgaste das relações e muitos casais optaram pelo divórcio. O Provimento nº 100 foi uma solução para que as pessoas continuassem respeitando o isolamento e, ao mesmo tempo, conseguissem resolver suas questões de maneira eletrônica.”, destaca Alex Valadares Braga, presidente do CNB-GO.

Deixe seu comentário
SHARE
Goiano, 26 anos, Casado, Pai, Redator e Proprietário do Jornal Itapaci Urgente. Aqui a notícia é verdade.