Operação da PC, apura esquema de corrupção envolvendo hospitais laboratoriais particulares; Itapaci, Ceres, Rialma e Jaraguá estão na lista

0
36

A Polícia Civil (PC) está realizando na manhã desta quinta-feira (14), a operação Operação BackDoor II em combate a corrupção envolvendo hospitais laboratoriais particulares em Goiás.

As equipes cumprem 53 mandados de busca e apreensão em Goiânia, Anápolis, Ceres, Aparecida de Goiânia, Inhumas, Itapaci, Jaraguá, Caldas Novas, Rialma, São Patrício e São Paulo, contra 25 pessoas físicas e 27 pessoas jurídicas.

O objetivo da operação, segundo a Polícia Civil, é apreender computadores, celulares, documentos, contratos, extratos bancários e quaisquer outros elementos de informação atinentes aos investigados e sua relação com o Instituto de Assistência dos Servidores Públicos do Estado de Goiás (Ipasgo).

A operação também realiza o cumprimento de bloqueio de bens no valor de R$ 84 milhões. Conforme o delegado da PC, Rômulo Figueredo de Matos, hospitais particulares aliados a empresas de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) do Ipasgo realizavam pagamentos de serviços que não existem e faziam o plano de cobertura indevidamente.

Na primeira fase da operação, realizada em julho do ano passado, foi apurado que vários dos servidores envolvidos no esquema eram terceirizados de uma empresa contratada pelo Ipasgo, motivo pelo qual se instaurou outro inquérito com o objetivo de apurar a relação entre a empresa e o instituto. (Com informações JORNAL DO VALE)

Deixe seu comentário
SHARE
Goiano, 26 anos, Casado, Pai, Redator e Proprietário do Jornal Itapaci Urgente. Aqui a notícia é verdade.