Enel disponibiliza autoleitura em Goiás; veja como fazer

0
207

Está disponível em Goiás, a partir desta terça-feira (14/4), a opção da autoleitura do medidor de energia para clientes residenciais e comerciais. Com a novidade, a Enel espera conseguir “retirar gradativamente das ruas as equipes que fazem a leitura dos medidores, assim como reduzir o tempo de exposição em campo, protegendo clientes e colaboradores nesse momento de avanço da pandemia do coronavírus.”

A Enel explica que os clientes que optarem por não fazer a autoleitura podem ter a conta de energia faturada pela média aritmética de consumo dos últimos doze meses, de acordo com a regra anunciada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Clientes industriais não poderão contar com a nova opção, uma vez que 95% deles já é faturado por meio de medição remota, sem visita a campo. Os outros 5% continuarão a contar com o serviço de leitura. Clientes que participam como Geração Distribuída e Tarifa Branca também continuarão sendo lidos.

Como fazer a autoleitura
A autoleitura pode ser informada pelo site da Enel (www.enel.com.br) ou pelo aplicativo Enel Goiás, disponível para Android e iOS. Segundo a empresa, é necessário baixar a versão mais atualizada do app para contar com a funcionalidade. Para fazer a autoleitura basta o cliente ir até o medidor de energia da casa, do apartamento ou do estabelecimento comercial dele, anotar o número exibido no aparelho e informá-lo à Enel pelas ferramentas disponíveis.

Quando for informar, selecione a opção Autoleitura Urbana, informe a unidade consumidora, nome, telefone, a leitura colhida no medidor e a data da mesma. Antes de clicar em enviar, aproveite e marque a opção de adesão ao recebimento da fatura por e-mail. Assim que enviar, aparecerá uma mensagem dizendo que o registro foi feito com sucesso, e o número do protocolo.

Se o número informado resultar em um consumo muito fora do comportamento de consumo do cliente, aparecerá uma mensagem de alerta, pedindo confirmação da leitura. Uma vez confirmada a autoleitura, o cliente receberá a fatura digital por e-mail, caso tenha aderido à facilidade, ou impressa. A conta será entregue até cinco dias antes do vencimento.

Quando devo fazer a autoleitura
A data para fazer a autoleitura pode varia de acordo com o cliente. Na última conta de luz, consta a data prevista para a leitura do mês seguinte. A autoleitura deve ser feita com 4 a 3 dias de antecedência a essa data. Por exemplo, se a próxima leitura será em 15 de abril, o cliente tem que informar a autoleitura do dia 11 até o dia 12.

A Enel esclarece que a autoleitura não é obrigatória. Quem não quiser fazer a autoleitura, pode ter a conta de energia faturada pela média de consumo dos últimos doze meses, conforme disposições da ANEEL, contidas no artigo 111 da Resolução Normativa nº 414/10, em situações de calamidade pública. Nesse caso, a diferença entre o valor faturado e o que realmente for consumido será compensada na conta de energia quando for retomada a leitura.

O serviço será mantido enquanto durar o período de pandemia do coronavírus. Quando a opção for interrompida, a Enel comunicará com antecedência. Em Goiás, os produtores rurais já faziam a autoleitura e devem continuar da mesma forma. A ferramenta da autoleitura urbana não se aplica ao cliente rural.

Deixe seu comentário
SHARE
Goiano, 26 anos, Casado, Pai, Redator e Proprietário do Jornal Itapaci Urgente. Aqui a notícia é verdade.