Audiência realizada pelo MP define providências para regularizar fornecimento de água e luz em Itapaci

0
160

O Ministério Público de Goiás promoveu na última segunda-feira (2/12) a noite, uma audiência pública em Itapaci, na Câmara Municipal, para tratar dos problemas de fornecimento irregular de água e energia elétrica em toda a comarca, que abrange ainda os municípios de Guarinos, Hidrolina e Pilar de Goiás. De acordo com o promotor Francisco Borges Milanez, titular da Promotoria de Justiça de Itapaci, o objetivo foi o de buscar a melhoria na prestação dos dois serviços, pela indicação de resolução das demandas pelos representantes das duas empresas, que estiveram presentes.

Assim, foi apontado que o fornecimento de energia está irregular, com muitas oscilações de potência e com grande queda de voltagem, havendo, portanto, a necessidade de melhoria do sistema. Também foram apontadas deficiências quanto à qualidade e agilidade no atendimento ao cliente e quanto à atuação do escritório de apoio mantido pela Enel na comarca. Foi debatida ainda a elaboração de um cronograma de investimentos da Saneago e Enel na cidade visando à melhoria nos serviços.

Providências
Como solução, a empresa Saneago apresentou um contrato de programa firmado com o poder público local e afirmou que serão adotadas até 2021 todas as medidas destinadas à melhoria do serviço na comarca (cidades de Itapaci, Guarinos, Hidrolina, Pilar de Goiás), cumprindo contrato apresentado à Promotoria de Justiça durante a audiência pública. No tocante à melhoria do serviço quando há queda de energia, a Saneago informou de depende do auxílio da Enel para restabelecer o fornecimento de água.

Já a empresa Enel comprometeu-se a melhorar o serviço prestado e sustentou que no prazo de 15 dias irá encaminhar seu cronograma de investimentos e de melhoria dos serviços à Promotoria de Justiça de Itapaci. A empresa também garantiu que vai melhorar a qualidade do serviço prestado por meio de seu escritório de apoio em Itapaci, informando que já aumentou a equipe que atende a região.

No tocante a problemas relatados de forma individual pelos consumidores (queda de potência e outros), a empresa sugeriu que tais pendências sejam relatadas direto à empresa, de forma individual, sendo aberto um protocolo de atendimento para cada caso. Foi aberta oportunidade para os moradores presentes à audiência relatarem seus problemas individuais e buscarem uma resposta da empresa. O representante da Enel anotou as demandas e comprometeu-se a oferecer uma resposta concreta a cada consumidor que apresentou a reclamação.

Precariedades na comarca
Durante a audiência, os prefeitos de Hidrolina, Osvaldo Moreira Vaz; Itapaci, Mario José Salles, e Guarinos, José Antônio da Silva puderam apresentar as demandas dos municípios relacionadas ao fornecimento de água e energia e solicitar providências por parte dos representantes da empresa Enel e Saneago.

Ao final, foi aberta a palavra novamente à sociedade, a qual criticou o serviço de água e energia prestados na comarca, exigindo melhorias e fazendo sugestões. Os moradores apresentaram ainda um apelo para que as empresas tratem os consumidores com mais atenção.

Antes de encerrar a audiência, o promotor Francisco Milanez compilou as principais reclamações e sugestões, elaborou uma ata e entregou às empresas para as providências cabíveis. O promotor asseverou que vai continuar acompanhando os serviços na cidade e que a audiência pública foi o primeiro passo para iniciar as tratativas com a Enel e a Saneago no sentido de melhorar a prestação do serviço.

Participaram ainda da reunião vereadores de Itapaci, o juiz Eduardo de Agostinho Rico, o advogado representante da Enel, Carlos Fernandes Santos Nascimento; o responsável pelo atendimento presencial da Enel, Edsione Vieira da Silva; o ouvidor da Enel Distribuição Goiás, André Luiz Santana; o responsável pela área técnica da Enel Distribuição Goiás, Jean Carlos; o gerente regional da Saneago em Ceres, Rubens Barbosa da Silva, e o engenheiro supervisor técnico da Saneago, Regional de Ceres, Leandro Chaves Espíndula. (Texto: Cristina Rosa / Assessoria de Comunicação Social do MP-GO)

Deixe seu comentário
SHARE
Goiano, 26 anos, Casado, Pai, Redator e Proprietário do Jornal Itapaci Urgente. Aqui a notícia é verdade.