Mulher morre com tiro na cabeça após ultrapassagem no trânsito

0
18

Uma mulher morreu após ser atingida por um tiro na cabeça em Sorriso, no Mato Grosso, na madrugada do último sábado. O suspeito de ter feito o disparo é um motorista que perseguiu a caminhonete onde Julia Barbosa de Souza, de 28 anos, estava com o namorado, após uma ultrapassagem no trânsito.

O suspeito de matar a engenheira agrônoma se apresentou à polícia no domingo (10). Segundo a Polícia Civil, Jackson Furlan, de 29 anos, perseguiu e atirou contra a caminhonete que a vítima estava com o namorado. O disparo atingiu a vítima na cabeça.

A engenheira agrônoma estava no banco do carona e chegou a ser socorrida para um hospital da região logo depois de ser baleada, mas não resistiu e morreu na unidade de saúde. A caminhonete dirigida pelo namorado foi perseguida pelo suspeito que teria ficado irritado com a ultrapassagem.

O delegado que investiga o caso, André Ribeiro, afirmou que não houve discussão entre a vítima e o suspeito e que Jackson teria ficado com raiva da lentidão no trânsito.

“Eles estavam na Avenida Brescansin, que é uma avenida de trânsito lento, os carros sempre andam devagar. O suspeito estava furioso acelerando a caminhonete querendo ultrapassar o veículo da vítima, mas aquela avenida não permite ultrapassagens”, explicou.

Segundo André, o suspeito ficou com raiva da lentidão na avenida e passou a perseguir a caminhonete.

“Eles tentaram despistar o suspeito e até conseguiram por um período, mas ele voltou a persegui-los incansavelmente. Não teve discussão, o vidro da porta da caminhonete (no lado do passageiro) estava a todo tempo fechado. Não há argumentos que justifique esse crime”, ressaltou.

Jackson compareceu à delegacia acompanhado de dois advogados e, durante o interrogatório, ficou em silêncio. De acordo com a defesa, mesmo tendo conhecimento de que a sua prisão preventiva já tinha sido decretada, o suspeito compareceu espontaneamente à delegacia.

Jackson Furlan, de 29 anos, foi preso suspeito de matar Júlia Barbosa (Foto: Reprodução )

Ainda segundo a defesa, isso demonstrou que ele não vai se furtar de responder na Justiça pelo crime que lhe é imputado.

O corpo da engenheira agrônoma Julia Barbosa de Souza foi enterrado na manhã desta segunda-feira (11), em Bela Vista do Paraíso, no norte do Paraná.

Julia estava em Sorriso a passeio, para visitar o namorado. Ela era de Cornélio Procópio, no Paraná. (Com informações do G1)

Deixe seu comentário
SHARE
Goiano, 26 anos, Casado, Pai, Redator e Proprietário do Jornal Itapaci Urgente. Aqui a notícia é verdade.