Cadáver de mulher é encontrado seminu fora do túmulo

0
47

A polícia de Gravataí apura a violação de um túmulo e a possibilidade de abuso sexual do cadáver de uma mulher no último domingo (10), no cemitério Rincão da Madalena, no Rio Grande do Sul. O corpo seminu foi encontrado por familiares, na última segunda-feira (11), em um local próximo ao cemitério.

As autoridades não descartam a hipótese de abuso sexual. “Retiraram o corpo, levaram a uma área verde que pertence à Prefeitura e, pelos sinais, há indicativo de que possa ter sofrido algum ato com conotação sexual”, relatou em entrevista o delegado Márcio Zachello. O corpo da mulher de 49 anos foi encaminhado para o Departamento Médico Legal (DML) e vai passar por perícia.

Uma das irmãs da vítima, Jaqueline Veras, informou que a mulher faleceu no último sábado (9) com insuficiência respiratória, no hospital. O enterro aconteceu no domingo (10). Ainda de acordo com Jaqueline, a família estranhou, porque teria sido colocada pouca terra sobre o caixão. “Ficou bem ralinho”, relata.

No outro dia, a família recebeu um telefonema anônimo relatando que o corpo não estaria na cova. Quando chegaram no cemitério, a sepultura estava quebrada. “Umas quatro quadras de lápides depois, tinha uma roupa pendurada, e lembrei que era a saia que tinha colocado nela. Fui um pouco [adiante] e vi o corpo”, disse em entrevista.

A Prefeitura de Gravataí afirmou que a vigilância do local é feita por uma empresa terceirizada. A partir disso, a Prefeitura enviou à empresa uma notificação para que expliquem o acontecido. (Com informações dos sites G1 Rio Grande do Sul e Metrópoles)

Deixe seu comentário
SHARE
Goiano, 26 anos, Casado, Pai, Redator e Proprietário do Jornal Itapaci Urgente. Aqui a notícia é verdade.