Adolescente vítima de acidente em Ceres disse que tentou avisar operador que brinquedo estava rápido

0
39

Leidiane Pires, mãe da jovem Talia Aparecida Pires, 16, uma das vítimas do acidente no brinquedo chamado “Surf”, em um parque de diversões na madrugada do último domingo (26), em Ceres, disse que a jovem teve que passar por cirurgia de emergência devido a fratura na perna e que a estudante terá que passar por outra ainda essa semana. Além da perna, a adolescente também teve fratura na coluna.

“A Talia já tinha brincado no brinquedo com a Isabella e ela percebeu que estava muito rápido. Quando foi brincar de novo o brinquedo estava muito mais veloz. As pessoas que estavam perto tentaram alertar o rapaz. Disseram que estava muito rápido e que ia machucar as meninas. Mas ainda assim o rapaz deixou o brinquedo continuar bem rápido. Ela caiu dentro do brinquedo, mas foi socorrida por um moço que estava no local. Ela ouviu o som das meninas caindo”, revelou Leidiane Pires, mãe da Talia.

De acordo com a mãe da jovem, a adolescente – que continua internada – não consegue dormir direito desde o acidente. “Além das dores, ela sempre acorda assustada sentindo que está de novo sendo arremessada do brinquedo”, conta a mãe.

Já a jovem Isabella do Amaral Vieira, 16, teve que passar por uma cirurgia para retirar parte do intestino e um dos rins devido aos ferimentos que teve após ser jogada para fora do brinquedo. O irmão dela, Roger do Amaral Vieira, disse que a jovem está entubada e sedada, mas está respondendo bem as medicações e apresenta melhoras.

Roger ainda informou que uma das preocupações dos médicos era o mau funcionamento renal da jovem e a possibilidade de ser necessário realizar hemodiálise. Porém, na manhã desta terça-feira (28), a possibilidade foi descartada ao ser constatado que o rim da jovem voltou a responder.

“Ela já tinha ido uma vez, mas quando viu as colegas subindo no brinquedo, ela quis ir de novo. Ela se machucou mais porque ela caiu do parte mais alta e caiu de frente”, relatou. Segundo Roger, a jovem teria caído embaixo do equipamento e em seguida o brinquedo passou por cima dela. Ela está internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital de Urgências de Anápolis (Huana). O estado de saúde da jovem evoluiu de gravíssimo para grave.

Isabella possui o quadro mais grave dentre as vítimas. Ela teve fratura na coluna, traumatismo craniano e teve que passar por uma cirurgia para estancar hemorragia em um dos rins e depois teve que removê-lo. A estudante também precisou passar por outro procedimento para retirar um pedaço do intestino.

Outra vítima do acidente, a estudante Mariane Oliveira Dias, disse à irmã, Amanda Cristina, que viu que a trava estava solta quando entrou no brinquedo, que o equipamento começou a ir cada vez mais rápido e que então segurou a mão da amiga Tatiele Carvalho Evangelista, 16, e tentou acalmá-la.  Mariane está internada no Hospital Ortopédico de Ceres e passou por dois procedimentos cirúrgicos: um no punho e outro no tornozelo.

O delegado responsável pelo caso, Matheus Costa Melo, disse que abriu investigações para descobrir os motivos do mau funcionamento do brinquedo e que quer ouvir as vítimas e testemunhas até o fim da semana.

Adolescentes vítimas do acidente em ceres, continuam hospitalizadas. Isabella está no HUANA e as outras três estão em hospitais de Ceres. (Foto: Reprodução/Facebook)

Entenda o que aconteceu
Um acidente em um brinquedo em parque de diversões deixou quatro adolescentes feridas na madrugada deste domingo (26), em Ceres, cidade localizada a cerca de 55 quilômetros de Itapaci. Segundo o Corpo de Bombeiros, as vítimas são todas do sexo feminino, com idades próximas dos 16 anos. Três delas apresentaram escoriações e fraturas, e a uma delas, mais grave, tem possível traumatismo craniano.

Testemunhas relataram que, por volta das 2 horas, a velocidade do brinquedo Surf aumentou e a barra de segurança se soltou.”A barra caiu e as pessoas foram arremessados para alto”, disse uma moradora da cidade, que não quis se identificar.

Investigação
A Polícia Civil foi acionada e realizou perícia no local no domingo (26). No dia também estão sendo ouvidas testemunhas e os proprietários do Parque Norte TecnoPark. O empreedimento foi montado no Centro da cidade por ocasião da Feira da Indústria e Comércio de Ceres e Rialma (FEICER), que acontece todos os anos no município.

Segundo o Corpo de Bombeiros, os brinquedos foram inspecionados e atendem a legislação em vigor. A corporação ainda ressaltou que parque possui o Certificado de Conformidade (Cercon)e o proprietário do empreendimento também apresentou a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) e laudo de todos os brinquedos.

Deixe seu comentário
SHARE
Goiano, 26 anos, Casado, Pai, Redator e Proprietário do Jornal Itapaci Urgente. Aqui a notícia é verdade.