Com nova regra, tarifa de energia deverá subir 42,8% na taxa extra a partir de novembro

0
236

Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou na última terça-feira (24) reajuste de 42,8% no patamar 2 da bandeira tarifária vermelha. Dessa maneira, o valor direto cobrado na conta de energia vai aumentar entre R$ 3,50 e R$ 5 a cada 100 KWh consumidos. O reajuste já passa a valer em novembro.

No entanto, uma audiência pública será realizada com apresentação do estudo que eleva a tarifa a mais de 40%. A alteração na cobrança – para maior – prevê diminuir déficit na conta que arrecada os recursos tarifários, que opera em prejuízo.

No patamar 1 da bandeira vermelha, o valor permanece em R$ 3. Para bandeira amarela, o valor cobrado caíra de R$ 2 para R$ 1 a cada 100KWh consumidos.

Os recursos com aumento tarifário são utilizados para cobrir o aumento no custo de geração de energia do país. Geralmente, o aumento na cobrança ocorre quando há falta de chuva. Desse modo, há queda no armazenamento de água em reservatórios, o que obriga o governo acionar mais termelétricas.

Deixe seu comentário
SHARE

Goiano, 25 anos, Casado, Pai, Redator e Proprietário do Jornal Itapaci Urgente e futuro Jornalista. Aqui a notícia é verdade.