Suspeito de homicídio em Carmo do Rio Verde é preso pela polícia

0
99

Policiais Civis das Delegacias de Carmo do Rio Verde e Ceres, coordenados pelos Delegados Matheus Costa Melo e Yuri Costa de Oliveira, cumpriram, na última sexta-feira (15), mandado de Prisão Preventiva expedido em desfavor de Antônio Borges da Cunha Faria, indiciado suspeito de homicídio, tendo como vítima Pedro Alexandre França Jacinto, fato ocorrido em 9 de Julho de 2017, na cidade de Carmo do Rio Verde.

As investigações revelaram que dias antes do crime (07/07/2017), Antônio e Pedro se desentenderam na Boate Stúdio, briga está desencadeada em razão de Pedro ter deixado cair, do camarote onde se encontrava, um copo com bebidas em Antônio.

Durante a confusão, segundo a polícia, Pedro atingiu o rosto de Antônio com uma garrafa. Antônio deixou a Boate, retornando em seguida com uma arma de fogo, já anunciado o evento trágico: “essa garrafada não vai ficar assim”.

Colheram-se os depoimentos de testemunhas que impediram o retorno de Antônio para a boate.

No dia do crime, verificou-se que Antônio e Pedro se encontraram, novamente, na Boate Stúdio. Apurou-se que Antônio demonstrava certa inquietação, “e a todo momento colocava as mãos na cintura, parecendo tentar esconder algo”, relataram as testemunhas.

De acordo com a polícia, Antônio e Pedro deixaram o local logo após desligarem o som do evento, e seguida, ocorreram três disparos de arma de fogo, que culminaram no óbito de Pedro, fato ocorrido na Rua Professora Lázara Laureano Souza, próximo às “barracas dos padres”.

Diante dos elementos informativos coligidos nos autos, foi decretada a Prisão Preventiva de Antônio, o qual encontra-se recolhido no Presídio de Carmo do Rio Verde, à disposição do Poder Judiciário local. (Com informações: Jornal Populacional)

Deixe seu comentário
SHARE
Goiano, 24 anos, Casado, Pai, Redator e Proprietário do Jornal Itapaci Urgente e futuro Jornalista. Aqui a notícia é verdade.