Senadora Lúcia Vânia pode ser candidata ao governo de Goiás em 2018

0
250

O PSB não descarta lançar a candidatura da senadora Lucia Vânia ao governo nas eleições de 2018. Essa possibilidade é cogitada pelo presidente nacional da legenda, Carlos Siqueira, que veio ontem (15) a Goiânia para participar do 1º Congresso Nacional realizado do Parque Agropecuário.

“A senadora Lucia Vânia é uma mulher experiente, e de política honrada, que pode disputar qualquer cargo, tanto ao senado quanto ao governo”, disse Siqueira. Para ele, uma eventual candidatura dela à sucessão estadual seria importante para a legenda e para o Estado. “Nós vamos conversar com ela e vamos chegar a uma conclusão num momento oportuno”, finalizou.

O ex-prefeito de Senador Canedo, Vanderlan Cardoso, que preside o diretório metropolitano pessebista, também defendeu a possibilidade da senadora ser candidata ao governo. Vanderlan já disputou o governo de Goiás duas vezes, em 2010 e 2014, disse que a bola da vez esta com Lucia Vânia. “Senadora, olha a responsabilidade que a senhora tem. Se os nossos companheiros assim quiserem, nós teremos a próxima senadora”.

Lúcia Vânia que continuará no comando do diretório estadual por mais três anos, evitou falar do seu projeto político, delegando ao partido essa decisão.

A senadora classificou como precipitada qualquer formação da composição da chapa governista ao Senado, praticamente fechada com nomes de Marconi Perillo e o senador Wilder morais (PP).

“Isso é uma opção do próprio partido e a gente tem que respeitar”, avaliou. Porém, manifestou sua posição pessoal. “Eu acredito que o ideal seria retardar essa formação da chapa em função de que nós vivemos num cenário totalmente complicado, difícil de vislumbrar o futuro”.

Em seu discurso, a senadora historiou sua vida pública, salientando que esta nela desde os seus 28 anos de idade e que nela continua com a mesma vibração, coragem e determinação e sem ter medo de mudar.

Disputa
Ex-primeira dama de Goiás, Lúcia Vânia elegeu-se deputada federal, pela primeira vez em 1986, sendo reeleita no pleito seguinte. Em 1994, entrou pela disputa pelo governo do estado, mas foi derrotada por Maguito Vilela (PMDB). No plano nacional, comandou a Secretaria de Nacional de Assistência Social no governo de Fernando Henrique Cardoso, em 1998.

Em 2000, disputou a prefeitura de Goiânia, mas ficou fora do segundo turno, disputa vencida pelo petista Pedro Wilson. Elegeu-se senadora em 2002 e reeleita em 2010, sempre pela base governista. Descontente com o PSDB, deixou o partido em 2015, para ingressar no PSB.

Deixe seu comentário
SHARE
Goiano, 25 anos, Casado, Pai, Redator e Proprietário do Jornal Itapaci Urgente e futuro Jornalista. Aqui a notícia é verdade.