Folia de Reis: Tradição que se mantém viva há a mais 36 anos em Itapaci

0
1409

Pela tradição, o dia 6 de janeiro é dia de desmontar a árvore de Natal, retirar as luzes e os enfeites da casa e retomar a vida normal.

O sexto dia do ano lembra a visita dos três reis magos ao menino Jesus, que, de acordo com a Bíblia, levaram presentes ao filho de Deus e continuaram seus caminhos.

A cultura popular recria a cada ano essa história nesta data: é o dia de receber a Folia de Reis, ou o Reisado em casa, como uma última visita ao presépio.

Em cada canto do país, essa manifestação popular, que começa no dia 1º do ano e encerra no Dia de Reis, ganha formas diferentes. As configurações regionais da Folia variam em decorrência do sincretismo da tradição religiosa com as culturas pagãs de cada local.

No cerrado brasileiro (região que coincide com o centro do país), são os catireiros – foliões que cantam e dançam ao som da viola caipira – que visitam as pessoas. No Nordeste, os reisados e as lapinhas – representações vivas dos presépios – comandam o folguedo. Outras expressões, como o bumba-meu-boi, o congo e a chefança fazem parte das tradições que se vêem nesta época do ano em todo o Brasil.

Em Itapaci essa tradição se mantém viva a mais de 36 anos, que conta atualmente com 3 folias famosas em toda região, Folia de Reis do Grotão, Folia de Reis da Vila Santana (famosa folia do Pedro cabaça) e a Folia do União, no qual percorreram toda a cidade durante esses 12 dias em cada visita, levam as cantorias, danças e ensinamentos da tradição aos mais jovens.

Nós do Jornal Itapaci Urgente queremos parabenizar a todos os foliões por lutarem para que esta tradição fique viva todos os anos com muita alegria é fé.

Deixe seu comentário
SHARE

Goiano, 25 anos, Casado, Pai, Redator e Proprietário do Jornal Itapaci Urgente e futuro Jornalista. Aqui a notícia é verdade.